quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Os preços das fast fashion



Ana veste:
Regata Guria - presente da marca
Saia coleção Rio de Janeiro Riachuelo - 79,90
Oxford Topshop - 10 libras
Colar de passarinhos Ovelha Azul
Bolsa Bagage - armário da tia

-----------------------------------

Lembram que ontem falei que ia pro salão? Pois bem, a Fernanda me chamou pra conferir a coleção do Oskar Metsavaht (é, o cara da Osklen) para a Riachuelo e o salão ficou pra depois. Não temos tantas lojas da Riachuelo aqui no Rio, então vocês podem imaginar o campo de guerra que estava a única loja central da marca. Sugeri procurarmos a coleção em shoppings mais distantes do centro. Fomos para o Norte Shopping e lá estava a coleção quase intocável, linda, as araras cheias...o paraíso!

Levei umas 15 peças para o provador mas na hora de pagar...me contentei com duas. Eu gostei de várias, mas como todo mundo sabe, e comenta, essas coleções tem os preços mais elevados. E aí vem a eterna discussão de ser caro demais pra uma fast fashion, que o material/acabamento não é a mesma coisa, que mesmo com o nome de uma marca grande agregado e com custos de divulgação não deveria ser tão caro assim...

Aí vem a outra galera comentar que vale à pena sim, que é a oportunidade para quem não tem condições poder comprar um produto assinado por um estilista, que os acabamentos não ficam nada a dever, que dá pra parcelar nos cartões das lojas...

Eu (e também a torcida do Flamengo) estou adorando essa sequência de parcerias nas fast fashions e acho que todos nós temos a ganhar com isso. Também acho que os preços estão compatíveis com nosso bolso, ainda mais se tratando de parcerias com marcas caras como Osklen e Maria Bonita Extra. Tem produto que vale à pena sim pagar mais caro, e eu não sei vocês, mas percebo há muito tempo que os preços das lojas de departamento estão mais salgados, sim. É só dar uma voltinha na Renner, Marisa, Leader, C&A e afins para se deparar com casacos a 180 reais, vestidos a 80,00, blusinhas na casa dos 70 reais...

Comprar roupas, seja lá de qual loja ou marca for, anda caro pra caramba. E será que só marca é sinônimo de qualidade?

Qual sua opinião sobre isso?

28 comentários:

Carol Bergmann disse...

Concordo plenamente!!!!
Me apaixonei por uma bermuda jeans na C&A da coleção do Renato Kherlakian: R$120,00. Uma calça:R$150,00. Não tive coragem de comprar...
Depois passo na vitrine da M.Officer e vejo um jeans lindo por R$198,00.
Acho que as fast fashion estão exagerando nos preços!!!!

CR disse...

Oi, Ana!
Acho que está caro de modo geral sim... Mas também acho mega válidas essas parcerias. Há mais ou menos um ano, fui num "grande bazar" da MBextra e o vestidinho de que gostei estava por 400 reais. Bem fora do meu orçamento. Então sim, pra um público como eu, as parcerias são uma chance de usar algo com a cara da marca, mesmo sabendo que não tem o mesmo material ou primor de acabamento.
O que a gente ainda encontra nas lojas de departamento são grandes promoções e verdadeiros achados, como uma calça social liiiiiinda que comprei na Renner esse sábado por 9,90 (o preço original era 69,90). Tendo paciência a gente sempre encontra coisas bacanas, não é mesmo...
Beijo!

Meri disse...

Oi Ana!!
Concordo que os preços estão um pouco salgados, mas hj é o preço que se paga em qq lojinha que se acha, pelo menos aqui em Ctba.
E os preços da Coleção do Oskar da Riachuelo não estão tão very expansive. Uma calça saruel linda e perfeita para a noite estava
R$79,90, pena que não tinha mais meu número...

Patricia Branco disse...

Ana, tb estou adorando essas parcerias, mas concordo contigo que o preço é salgado!
Ainda não chegamos no patamar Lanvin pra H&M, né??

Beijos, look lindo!
www.soupobresouchique.blogspot.com

Ana Carolina disse...

Patricia, eu não posso falar da coleção lanvin por não ter visto pessoalmente, mas quando estive na Topshop, experimentei as roupas da coleção da Kate Moss e não curti nada não...e os preços também não eram muito bacaninhas!

Mas, assim como no Brasil, as liquidações e remarcações das lojas arrasavam!!

beijos!

Perpetua Brecho et Vintage disse...

Oi Ana,
Essa é a grande questão: mesmo com todas estas parcerias, as lojas não conseguem resistir a tachar os preços em valores tão altos. Lá vão impostos e outras coisas mais, mas a verdade é que as grifes não conseguem reduzir custos, mesmo nas produções fast fashion. Solução: vem aqui pra Perpétua e compra grife de 1ª linha, muitas ainda novas, com preço de brechó. Beijos, querida

Mirza Braga disse...

Concordo contigo... só não vale as lojas de departamento cobrar absurdos em suas roupas querendo cobrar o mesmo do que as lojas de marca! Adorei visitar seu espaço! ;) Espero sua visitinha no meu também!!! Já tem posto novo lá! e ainda tá rolando o sorteio! passa lá!?
http://mirzabraga.blogspot.com
@mirzabraga

BEIJINHO DA MIH =*

tpmmoderna.com disse...

Ai Ana, nem sei por onde começar! hahahaha
Vamos lá:
Eu sou a doida apaixonada pela C&A e deixo isso claro para todo mundo. Oq mais me atrai na loja é a possibilidade de entrar lá e comprar uma blusinha basiquinha, com não muita qualidade por R$15 ou um super casaco por R$300.
Eu gosto de ter essa opção, eu gosto de perceber que a loja é democrática e que qualquer pessoa, com muito ou pouco dinheiro, consegue levar uma peça pra casa.
A Renner aqui da minha cidade é péssima, só tem coisa feia e cara, um terror. Por isso não posso opinar sobre ela.
Leader aqui não tem.
Na Marisa eu não compro mais por causa da exploração na confecção.
E Riachuelo, eu não sei bem o motivo, mas não costumo entrar. Quando entro tenho a mesma impressão que tenho na c&a: loja democrática.
Ultimamente as peças nas fast fashion estão mais caras? Estão. Mas tudo está mais caro: o arroz, o feijão, a gasolina, o alcool, a conta de telefone...
Acho que muitas vezes falta algumas pessoas (já vi MUITA gente reclamando no twitter) a percepção de que se elas acham uma coisa cara é simples, só não comprar.
Ok, xinga muito no twitter, faz abaixo assinado, roda a baiana e ameaça suicídio, mas acho sacanagem o povo ficar reclamando das coleções em parceria que as fast fashions estão fazendo.
Acho que é isso e perdão pelo mega comentário! hahahaha

VERÔNICA disse...

Nos últimos anos as fast fashion cresceram demais e deixaram de ser lojas pra quem não tinha dinheiro pra pagar peças mais caras! É claro, que posso sair por aí e dar de cara com alguém com uma roupitcha igual à minha rsrsr mas de quê adianta comprar aquela roupa mega estiloooosa, caríssima e única que eu não consigo combinar com nada? O que eu gosto na maioria das grandes marcas é que, além de um acabamento incrível, as roupas são feitas com tecidos que geralmente "nos abraçam" têm aquele toque de carinho... mas quem tiver tempo e paciência pode encontrar coisas incríveis fora das grandes grifes.

bjs

brechoparaquemechic@bol.com.br

Amanda Abranches disse...

Pois eh, Ana, ontem mesmo tava conversando com uns amigos sobre os preços de lojas como Renner e C&A, que já foi a época que eram baratinhas... de uns tempos pra cá o preço salgadeou mesmo, em compensação as peças estão mais trendy, ou seja, é possivel super se produzir e sair "na moda" com essas lojas, o que antes era meio complicado. E por falar em fast fashion, hoje sai da C&A da Tijuca, MALUCA!! Nossa!!! Muita coisa legal, transada e em promo!! Depois mando look....rs (a incansável!)
Beijos

Fleur disse...

Eu também andei notando um aumento considerável nos valores... mas não acho que só roupas de marca que são de qualidade satisfatória.. tenho muitas roupitchas adoráveis das fast fashion e até de marcas que eu total desconheço! Mas sempre me atento muito no acabamento, no tecido.. as vezes mais do que na etiqueta em si!

p.s.: amei essa saia, Ana! Que lindeza!!! :)

Beijinho!

Julia Morales disse...

Tô aprendendo a fazer compritchas cada vez mais off com vc!
beijos
LUV!

Michelle disse...

Eu também concordo que as fast fashion estão exagerando no preço. Acho que nem sempre marca é sinal de qualidade não. Tenho roupas que não são de marcas famosas e com uma Qualidade impecável. E olha que eu curto uma marca. Gosto de ter algo singular. A coleção da Maria Boita Extra realmente estava boa, mas alguns itens achei carinho sim. Na Riachuelo do Centro tb achei as roupas caras para o que se propunha!!! é só dar uma nadadinha pelo centro do RJ que encontramos lojinhas que são realmente um verdadeiro achado e com preços ótimos. hehhehehe

Camila, A Arlequina disse...

Achei muito bom que tu mencionasses este detalhe: o preço! Assim, não esperava nada mais barato dessas parcerias, mas, ainda assim, não vou dizer que tô podendo comprar tudo que quero.No máximo, uma peça ou outra, e olhe lá. Quanto ao acbamento, não consigo exigir tanto de uma fast fashion, mas vejo que os acabamentos dessas peças são melhores, o que muito me alegra. Mas enfim... não registrastes um problema eu eu registrei... O CAIMENTO DAS ROUPAS DEIXAM MUITO A DESEJAR! Especialmente aquelas coleções da C&A! Enfim...este é o lamento de uma pessoa que tá 4 kg acima do peso que não achou nada decente nas araras...XD

Hoje Vou Assim OFF disse...

Oi Camila! No post da semana passada sobre MBExtra pra C&A eu escrevi sim que o caimento das peças não estavam bacanas e por isso não levei os vestidos que eu queria! Isso também é muito chato.

Beijos!

juliana g. disse...

Ana, eu concordo com você sobre os preços salgados. Fico passada quando encontro uma calça jeans por 90 reais na C&A e você sabe disso.
Agora não me sinto a vontade falando sobre as grandes marcas para as fast fashion porque aqui nessa roça não vem absolutamente nada!!! Então nem posso pegar pra sentir se vale a pena...
Sei que ainda assim acho 80 reais para uma saia um preço um tanto quanto salgado, seja ela Osklen ou MBExtra...

Não sei mesmo se me arriscaria numa dessas empreeitadas... Embora quisesse, pelo menos, ver de perto =)

Já está na hora de você voltar pra JF? rs

Beijos! Bom trabalho aí procê, viu?
Se cuida =D

canteiro de mim disse...

Olá! Preciso dizer que passou horas nas lojas da C&A e similares, sempre cabe um xepa! Uma vasculhada, 20 pçs no provador e mais ou menos 2 compras. E o Saara?!?!?! Horas zanzando nas ruas apinhadas e quantas peólas podem ser encontradas, claro que com tempo, olhar aguçado e muita paciência! Acho muito bacana que a moda possa chegar a TODOS. Mas com meu diploma de graduação em Moda debaixo do braço, preciso "defender" um pouco os estilistas e TUDO o que está por trás de uma coleção: pesquisas incansáveis de tendências, cores, tecidos, modelagens perfeitas (profissão subestimada), desenvolvimento de tecidos exclusivos, estampas e poderia ficar falando atééééé, sobre o que uma marca tras junto com ela. Sem falar em identidade visual, os aromas...quem passa em frente a Maria Filó sentindo a mesma fragrância sempre, não tem uma sensação de "ai que bom"?! Isso é tudo muito pesquisado, trabalhado e o resultado é o custo. Mas não se pode negar que uma peça coringa, bem modelada é igual a uma jóia, não?!?!FOREVER! PS. Amei o colar de passarinhos!

Cat e Ju disse...

AMEI o look Ana, bem fresquinho. A saia 'e linda! Bjao da Malasia

Paola Bernardi disse...

Oi, Ana! Adorei seu blog! Prefiro, quando se fala em moda, os mais realistas. E acho bem pertinente essa discussão sobre preço: tá tudo BEM carinho de fato! Mas isso pode ser bom, porque estimula a gente a economizar e levar o que precisa mesmo... Mas acho que, até pra quem faz aquela mega pesquisa pra desenvolver coleção (e não só copia o que já apareceu no trabalho alheio), passou do limite. Assim abre a portinha pras "coleções off": vi ontem a Rio de Janeiro e achei peças com cara Riachuelo (com estampa impressa bem vagabundinha) e, a maioria, com carinha Osklen. E as que provei ficaram lindas! Ótima modelagem e acabamento (o segredo de tudo!)! E eram todas mais larguinhas!
Bem diferente da MBE para C&A: modelagem sofrível, acabamento ruim, quase tudo com cara de roupa barata, acessórios MUITO cafonas... Ana Magalhães devia ter vergonha disso, porque a gente precisa imprimir qualidade no trabalho caro e na versão mais em conta também. A coleção do Amir Slama pra C&A sim que tá boa! Quero ver como fica a da Glória Coelho...

Caio Cesar disse...

De fato as grandes grifes ganharam novos (pequenos) concorrentes. Acho que é justo o preço mais caro dessas coleções de parcerias, algo que me recuso pagar em lojas de departamento são Jeans. Pelo preço que estão eu compro em uma marca mais confiável...
Enfim adoro o assunto, tema da minha monografia. Descuto ele no meu blog:
www.modapormenos.blogspot.com

Paola Piola disse...

Tb acho que, apesar das fast fashions terem melhorado a qualidade, estão ficando caras sim.
Sobre as parcerias, achei muito válida a da Osklen. Mais até que da MBE. Achei as peças na C&A beeem caras pro que era. Vestidinho simples por R$100? Mesmo que o tecido seja mais grossinho e tal. As da Osklen o preço não estava lá esse absurdo. Eu curti!
bjss

Luziane Lima disse...

Linda,e adroei o look é tão minha cara rsrsr.

Luzi
www.de-sapatilha.blogspot.com

Belita disse...

Ana, eu acho que você é o melhor exemplo de que dá sim para se vestir com qualidade e personalidade por um preço justo!

Adoro teu blog!

Gaby, Camilo y Olivia disse...

Querida Ana:

Na verdade, eu acho que o problema é a quantidade de impostos que as lojas tem que pagar aquí em Brasil. Sou extrangeira e ja more em Veneçuela, Estados Unidos, Espanha e agora em Brasil e nunca vi o absurdo de impostos cobrados como aquí. Pagar 80 reais por uma saia em uma loja como C&A acho um exagero, mesmo que seja da MB Extra.

Acho bacana que Brasil tenha uma indústria propria, é muita cosa na verdade, mais o governo devería fazer un reajuste nos impostos que os nacionais pagan para que o produto brasilero seja competitivo. Com o preço do dolar atual tem muita gente viajando para fazer compras fora.

Um beijo desde Brasilia.

Cris Nogueira disse...

Ana Adoro,
Tentei comprar pelo site da topshop masa nao achei im oxford !!!
Aqui em Bh eles estao a preço de ouro .
Bjos
Me indica um site para comprar um oxford

disse...

Tão caras mesmo, embora tenha melhorado a qualidade, principalmente da Marisa. Comprei um vestidinho de laise lá para o reveillon por 79,90, se bem que teve desconto e saiu uns 65 reais. Ainda não fui na C&A ver a coleção da Maria Bonita Extra, quero ver de perto! Bjs,


http://estilodiario.blogspot.com

Alice disse...

Oi Ana,
amei seu blog. Sou uma apaixonada por moda. Gosto de "inventar" modelos para usar (invento e penso para uma boa costureira fazer, estou tentando ser minha própria estilista, rsrrsr).
Também acho que marca não é tudo. E concordo com você que as grandes lojas de departamento andam caras demais. Sempre quando estou em uma ouço alguém dizer "isto é muito bonito, mas olha o preço, está caro demais".
Às vezes, o tecido e o acabamento não estão nem lá essas coisas.
Temos que prestar atenção nisso também, pois senão estaremos jogando dinheiro fora.

Amanda disse...

última vez que fui a ricahuelo essa saia estava R$9,90!