quinta-feira, 29 de julho de 2010

Liquidações: ame ou odeie.


Ana veste:
Colete Zero Zen - 44,90
Blusa Oh Boy - presente da vó
Saia Maria Filó - presente da marca, mas estava por 60,00 na liqui!
Sapatilha Imporium - cento e poucos reais
Bolsa da Feira da Saens Peña (RJ) - 160,00
Colar Sal Grosso

------------------------------

Há quem AME períodos de liquidação. E há quem ODEIE com todas as forças.

E quando alguém me diz que odeia liquidações, eu fico de início um pouco chocada, mas depois eu acabo dando certa razão, apesar de eu ser uma daquelas pessoas que adora e que aguarda seca por essa época.

O principal motivo nem é o fato das lojas ficarem lotadas, as roupas espalhadas, a numeração defasada ou a confusão na hora de pagar. Mas o atendimento.

Como eu sei que tem várias vendedoras, gerentes e marcas que me seguem, achei bacana falar aqui sobre essa postagem do blog da minha amiga Juliana, onde ela relata a sua tentativa de compras nessa época de liquidações. Confesso que me identifiquei com a sua saga e me senti triste, porque eu gosto, como qualquer pessoa, de ser bem atendida mas reparo que muitas meninas não recebem um bom treinamento para esse período em especial.

Não existe coisa mais irritante do que vendedor(a) empurrar pra você algo que você não pediu, insistir que aquele vestido tamanho PP ficou ótimo enquanto você é manequim G, ou que aquela sapatilha tamanho 34 vai ceder no seu pé de numeração 37. Igualmente odiosa é a tentativa de nos fazer comprar por conta do incrível preço, da excelente oportunidade e que, se formos realmente inteligentes, devemos levar tudo e dividir em 7.636 vezes. Ou ainda ser ignorada solenemente por conta da loja lotada.
E a mais nefasta de todas: aquela exclamação quando você experimenta várias peças, não gosta de nenhuma e ainda tem que ouvir: "Ué! Não vai levar nada?".

Quando estive na Europa ano passado me assustei na primeira loja em que entrei: a vendedora disse "Halo", sorriu e foi pro seu canto. Só te atende quando você chama e fecha a compra. Acabou. Achei estranhíssimo. Depois fui percebendo que em todas as lojas era assim. Ninguém ficava em cima de você, eu tinha liberdade de olhar a loja toda, agradecer e ir embora sem nenhuma chateação.

Entendo que é fácil falar quando não se está no lugar do outro. Mas eu não curto chegar ao ponto de ir pra casa com raiva e nunca mais pisar na loja. Prefiro mostrar as falhas e correr atrás de mudanças. Todo mundo sai ganhando.

Que venham liquidações mais felizes para todos nós! ;)

27 comentários:

Jowzinha disse...

Nossa, Ana!!!
Eu sei como é isso pq além de consumidora fui vendedora!!!
E era super chato ter q chegar a esse ponto de constranger os clientes a custo de atender as expectativas da loja no período de Natal .
Tanto q eu n conseguia fazer
e fui demitida justamente por falta de treinamento...
Ainda sonho trabalhar no comércio,
mas em lugares q sejam mais meu estilo.
Mas qto a liquidações, amo!!!
Sejam os funcionários ótimos,
saio super feliz da loja!!!
Sejam os funcionários péssimos,
"esculhambo" como fui esculhambada...

=**, Jowzinha

Lili Cheveux de Feu disse...

ai... eu amo liquidação e nem ligo para essas coisas pessimas qdo posso pagar muito barato por algo que eu amei. rsrs.

hoje, alias, postei uma das saias que comprei na promoção da espaço fashion, por indicaçao sua.

beijos!!!

WWW.ITMELILI.BLOGSPOT.COM

Mari disse...

Estou completamente apaixonada por essa saia!!

juliana g. disse...

mãe, eu preciso desse colete =)

Ana disse...

Eu amo liquidações, mas tb acho um saco essas vendedoras que grudam muito no teu pé e insistem pra vc levar metade da loja. O melhor é comprar sem ter vendedora por perto. Mas esses dias fui lá na off da Arezzo que tem aqui no RS e fui atendida por uma vendedora mto legal. Super atenciosa, sabe? E se eu não queria algo ela não me obrigava a levar. E procurava os modelos que eu pedia, se ainda tinha no meu número. Assim é legal, alguém pra te auxiliar e não alguém pra te obrigar a comprar algo.

Ana Carolina disse...

Ótimo post!
o problema de atendimento, pra mim, é o pior de todos! Pq as outras coisas vai muito de nós querermos nos enganar com o que diz uma vendedora, mas o péssimo atendimento é muito chato.
Com certeza as lojas deveriam investir mais nisso, todos sairiam ganhando.
bjs

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Eu vou amar... não se preocupe, rs

Bel Sant anna disse...

Concordo com a confusão mas posso dizer q não deixo de gostar de liquida mesmo com tudo isso! É o momento q mais compro! Ah, e pra quem não gosto desse momento pode aproveitar o Top Fashion Bazaq não é nessa data mas vale super a pena, compro sempre coisa boa nessa época.
http://louboutingirl.wordpress.com/

Nanda Assis disse...

.
________7777777______________7777777________
_______777777777____________777777777_______
_______777777777____________777777777_______
_______777777777____________777777777_______
________7777777______________7777777________
_________77777________________77777_________
____________________________________________
____________________7777____________________
____________________7777____________________
____________________7777____________________
____________________7777____________________
____________________________________________
___77_________________________________77____
_____77_____________________________77______
______7777_______________________7777_______
_________77777_______________77777__________
____________7777777777777777777_____________
_______________7777777777777________________

Andréia disse...

Olá Ana,

É verdade que o período de liquidação é confuso e que os funcionários (também há homens, embora seja raro) mereciam ter um treinamento adequado. Mas parece-me que há aqui um detalhe importante que nos ajuda a perceber melhor os contextos. No Brasil (ou pelo menos no Rio de Janeiro, onde trabalhei como vendedora), muitas lojas funcionam pelo sistema de comissão, fazendo com que os funcionários dependam das vendas que promovem para ter um salário legal. A Europa não tem tanto essa tradição - pelo menos não em Portugal e no Reino Unido, onde morei/moro. Isto faz toda a diferença.
Um grande beijo e parabéns pelo blogue,

Andréia
www.bordadoingles.blogspot.com

Jenny C. disse...

O look ficou mto bom!!

Concordo plenamente sobre o que vc disse sobre as liquidaões. Mas isso do vendedor ficar em cima acontece em qualquer época e eu realmente acho muito chato. Muitas vezes deixo de comprar por causa disso. Já entrei em uma loja super decidida a levar algo, mas o vendedor encheu tanto meu saco que saí sem levar nada, desisti do meu achadinho. Não suporto me sentir pressionada, ou ter alguém do meu lado vigiando/se metendo/dando opiniões que não pedi. Sério, se eu quiser ajuda, eu peço. Se eu quiser alguma informaçao ou opinião, eu vou chamar alguém e perguntar. Adoro lojas em que o vendedor só diz um oi, fica a vontade! E me deixa em paz!!! Eu reclamo muito sobre isso e já nem entro em lojas que sei que os venderores são assim :(

Outra coisa que não suporto é gente te cercando para tentar te forçar a fazer cartão de créditos da loja (oi, C&A?)! Odeio com todas as minhas forças!!!

Mas adoro liqui, pq ninguém é de ferro!! Seria bom se as lojas atentassem para esses detalhes!

Bjos

Jessica Viégas disse...

Amei o look, só não sou fã de sapatilha, aliás, acho horrível no meu pé, mas em você ficou super gracioso. Achei muito linda a roupa toda.
E em relação as liquidações, aqui é Fortaleza é o terror quando tem, já teve liquidação que rolou até briga. Fiquei chocada, mas fazer oq né?
Beijos ;*

Bel disse...

E viva a Zara que imprime o ritmo europeu em seus treinamentos de funcionários. Há presteza e delicadezas quando a gente precisa de ajuda.
Concordo com a Jenny ... que as lojas como a C&A que dentre tantos outros defeitos tem aquela pressão de fazer o cartão da loja que mais faz empréstimos do que qualquer outra coisa.

Mas é inegável que esses períodos de liquidações são os melhore. Ou ainda melhor ... os preços são mais justos e honestos.

Tá lindo esse coletinho, viu? Eu amo quando tu nos apresenta os teus achadinhos dessas épocas de liquida.

Um beijo grande,

Bel

Lual disse...

fofa...

Maria Eugenia disse...

Mais uma observação..algumas vendedoras, que provavelmente são milionárias e estão ali por acaso, que se ofendem quando você pergunta quais itens estão em promoção e qual o desconto. Acho impressionante esse comportamento!!

Parabéns pelo excelente conteúdo.

eliane disse...

Uma coisa que me faz desistir de comprar e que me irrita profundamente é o tipo de abordagem que os vendedores utilizam dizendo que adorou a sua bolsa, que o seu sapato é muito lindo, que gostaria de ter a cor do seu cabelo, blá,blá blá. Para não ser injusta não é a maioria, pois tem vendedores, que de tão competentes, conseguem fazer a gente voltar e comprar mesmo fora da época das liqui.

Lili disse...

Olá

De facto fiquei surpresa com o que contas... Sendo europeia, acho estranho entrar numa loja e ter um vendedor em cima de mim...
Isso não é bom para a venda (acho eu ) o clt gosta de andar à vontade de ver tocar, e quando pedi-mos ajuda, temos ajuda sorridente e simpática. Já deixei de comprar em lojas por conta da "melguice" e da antipatia.

Eu só compro se quiser, ninguém me obriga e sim posso entrar numa loja só para olhar...

Beijos
Lili

Tatiana disse...

Adorei o post! Também saio da loja se a vendedora fica pressionando demais! Vou com a Maria Egênia, tem vendedora que parece milionária, te oferecem uma calça jeans de R$ 500,00 pq está super em conta. Tá trabalhando por quê? Bjo!

Equipe Zoé disse...

Tá linda linda linda! Sou da equipe da Zoé, marca mineira de moda novíssima, queria muito te convidar a acompanhar nosso blog (zoemoda.blogspot.com)! Beijos!

Marina Moscardini Souza Lellis disse...

Que lindo o seu look! Como sempre né? Admiro tudo em você! Ah, concordo com tudo o que foi dito! Fico chocada com vendedoras chatas e mal atendimentos em lojas!

Beijos
http://estiloemcapitulos.blogspot.com

Viviane Moreira disse...

Concordo com você em número e grau!
Bjss
Vi

Dona Fricote disse...

Oi Ana, em primeiro lugar queria te dizer que adoro o teu blog, que é uma das minhas descobertas e vicinhos recentes (na verdade te acompanho todos os dias). Em segundo, é que vivo em Barcelona a três anos e sou louca por liquida, aqui nesta época do ano esta uma loucura...mas voltando ao tema do teu post, logo que cheguei aqui me senti assim, exatamente como você descreveu, livre, leve e solta dentro das lojas, podendo olhar sem pressão, muito diferente do que eu estava acostumada no Brasil, onde as vendedoras são super atenciosas e,`as vezes, sim insistentes!!!!... Hoje já estou acostumada com o ritmo das lojas aqui e percebo que pouco a pouco a sensação de liberdade se aproxima mais ao descaso, algumas vezes saio das lojas sem ter conseguido ver a cara das atendentes, ou porque estão conversando entre elas, ou falando no telefone, ou mais preocupadas em organizar a loja do que atender e vender, sorisso ou simpatia...artigos de luxo… trabalhar em loja não é facil, já trabalhei em algumas aqui e sei do que falo, mas penso que o ideal seria encontrar um meio termo do que temos por ai e do que existe por aqui, para isso, treinamento e comprometimento da loja com seus funcionários e clientes é fundamental, porque na maioria das vezes as vendedoras (que são o cartão de visita da loja) estão seguindo as recomendações de seus gerentes e empregadores , e elas tão pouco devem sentirem-se confortáveis ao terem que empurrar “goela” abaixo a mercadoria…
É isso Ana, um beijão pra vc e sucessooooooo
Monica

Andreia Rodrigues disse...

Oi Ana, amei o look! Parabéns!
Ontem fui à Maria Filó e fiquei encantada com as peças e com o atendimento nota 10! Saí de lá super satisfeita com um vestido muito fofo, estou esperando o tempo melhorar por aqui, moro em Curitiba, para colocar minhas pernocas de fora sem meias!!
beijos,
Andreia

Ana Carolina disse...

É, Andréia, eu acho q a responsabilidade é dos donos das marcas. Eles tem obrigação de oferecer treinamento adequado e não visar só o lucro dessa forma. Qdo somos bem atendidos voltamos mais vezes, certo?

Beijos pra todas!

mayana disse...

Vendedor chato/mal treinado irrita mesmo, mas isso a gente encontra o tempo todo. Quer saber o que me irrita mais numa liquidação? A gente entrar na esperança de que aquela roupa linda esteja com 50% e perceber que tiraram das prateleiras todos as coisas bacanas e deixaram só as mais "relentinhas" na promoção ... ôooo ódio!!!
Aí na cidade de vocês isso não acontece isso não, gente?

Ana Carolina disse...

Dona Fricote, achei bem interessante seu ponto de vista! Um beijinho.

Mayana, acho que fazem isso sim. Chato, né? :(

Beijocas!!

Pri Tiltscher disse...

Tenho colares e escapulários de sal grosso e água benta com design super delicado.Passa lá no meu blog.Beijossssss