terça-feira, 23 de junho de 2009

Dicas recessionistas

Você não está podendo gastar nadinha? Que tal se planejar?

O blog Chega de Bagunça dá ótimas dicas de planejamento do orçamento doméstico. Eu até baixei essa planilha de gastos e comecei a usá-la...quando você começa a listá-los, entende porque nunca sobra nada naquele mês.

Cito algumas aqui:
"(...) PASSO 2: Liste todas as despesas fixas, como aluguel ou fi nanciamento da casa, condomínio, gastos com o carro e mensalidades escolares. O ideal é separar as despesas por temas, como moradia e alimentação. Inclua também gastos que ocorrem periodicamente, caso do licenciamento do carro. O ideal é dividir esses custos ao longo dos 12 meses do ano, assim você não esquece de guardar dinheiro nem é pego desprevenido. Se você costuma fazer compras parceladas, não deixe de incluir os valores das parcelas. A proposta é identifi car quanto da sua renda já estará comprometida antes mesmo de você fazer novos gastos.

PASSO 3: Chegou a hora de traçar o seu padrão de gastos esporádicos. Para isso, consulte as últimas faturas do cartão de crédito, os canhotos dos talões de cheque, o extrato do banco com a relação dos pagamentos efetuados no cartão de débito e os saques em dinheiro. (...)

PASSO 6: Analise todas as categorias de despesas fixas e destaque aquelas que você pode cortar ou reduzir. Será que você precisa mesmo de uma conexão banda larga tão potente? Dá para trocar o plano do celular?"

No nosso caso: será que preciso mesmo de mais um par de sapatos, se já tenho 41 pares no armário?

Lembram da dica da organização do armário? A Cláudia do Pepper inFashion falou disso nesse post aqui e deu ótimas dicas. Dessa forma você pode avaliar o que já tem de mais ou de menos no armário para conseguir se conter na hora das compras.

E criatividade é tudo nessa vida. Que o diga minha amiga Renata e sua dica de usar um blazer como um bolero. Muito bom.

Beijos!

7 comentários:

Lily Zemuner disse...

Foi qdo eu fiz a planilha que a ficha caiu. Eu olhei aquele número e pensei "meu Deus, eu gastei isso em roupas e sapatos que eu nem precisava... pra quê?". Outra coisa que come nosso salário (literalmente) são os almoços e jantares em restaurantes. R$20 hoje, R$ 30 amanhã... qdo vc soma a coisa fica feia!

Tô amando ser recessionista! E as dicas que vc tem dado aqui são ótima.

B-jo.

Ingrid Normando disse...

Adorei as dicas! vou seguir!

Lauren - Moda Trash disse...

O meu problema é justamente ao contrário. Estou sofrendo há tempos por falta de compras, hahaha. Quer dizer q já és uma netfone? Danada!
Vou lhe passar e-mail tbm!
Parabéns e obrigada pelo o carinho de ontem, hj e sempre!
bjkassssssssssss

Ana Paula disse...

Ana...não consegui baixar..como faço?

Aliás...cliquei , mas não consegui botar valores. Me ajudaaa?
rs

Claudia Pimenta disse...

oi ana! ah, obrigada pelo link... vc sempre tão carinhosa! bjs, querida, com saudades!

renatabatata disse...

Que delícia um linkezinho aqui na casinha da minha amiga!!
Estou adorando todas as dicas, viu?? Ser recessionista é a maior tendência! ehehe
Beijinhos mil, linda!

Ana disse...

É vital controlar os gastos e sobretudo: ter consciência deles! Seja por que método fôr, é imprescindível contabilizar o que se ganha e o que se gasta.Vendo os totais gerais, como disse a Lily, de uma coisinha aqui e outra ali, a gente cai pra trás!

Quero o prazer de me vestir bem sim, mas sem desperdícios, sem empates desnecessários de capital.Sempre me pergunto se uma nova peça vai abrir novas possibilidades no meu armário ou será apenas uma variação mui semelhante sobre o mesmo tema.Se muitas vezes as pessoas nem vão notar, pq é coisa tão parecida com o que eu já tenho e uso.Bom mesmo, e essa é sua proposta, é fazer o máximo com o mínimo de empate de capital!

Pq comprar dá um prazer danado, a gente se mima, se curte...mas se extrapolarmos não poderemos ter outros prazeres como planejar uma bela viagem,comprar ou mudar o carro, sair do aluguel...