quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Vintage





Ana veste:
Vestido Cantão de 1976 que era da minha mãe
Sapatilha Imporium - cento e poucos reais
Bolsa Renner - 79,90
Colar Ferdy
Brincos Sweet Cherry

Fotos: Renata Valois
---------------------------------

Eu acho que só tinha usado uma vez esse vestido, além de hoje. Minha mãe o comprou há 34 anos, para ir a um casamento. Ele tinha um casaquinho que fazia conjunto, mas esse eu dispensei, rs. Desde novinha eu tenho ele guardado, como herança de família e apesar de estar um pouco larguinho nunca me desfiz dele porque simplesmente acho ele tão atual! E o tecido do bichinho tá novo, gente, e isso é o que mais me impressiona.

Eu acho bonito vestir história. Algumas roupas são verdadeiras jóias de família.

19 comentários:

Julia Morales disse...

Amei o vestido vintage! e amei o layout novo!
LUV!

Blog Teste disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Jardim disse...

O layout novo tá fantástico! Minha mãe tem várias peças icônicas que dariam uma viagem ao tempo rsrs :)

Deborah Barros disse...

Amei o vestido! Fez muito bem em não ter se livrado dele...lindo , atual e reliquia de familia, adorei! bjo

Quérol Chaves disse...

Que lindo que tu tem esse vestido há tanto tempo ^^. Meu vestido de formatura do 3° tb era da minha mamy só que num estilo indiano. Amava ele!!!

Beijos

Mirian disse...

Amei a nova "carinha" do seu blog.
Bjos

Carlinha disse...

dorei as fotos flor

Lual disse...

ai que demais! adorei o vestido. e ainda com história. muito massa!

Miss Oak disse...

Demais, Aninha! =D
Sabe que eu penso em peças que serão herdadas pela minha filha? Ela tem só 6 anos e às vezes eu penso : humm, esse vestido a Manu vai gostar de ter qdo for moça rsrs Daí nem uso muito, olha que doidera!
Bjks

Mie disse...

Adoro qdo as pessoas vestem estórias. E este vestido é tão atual. Ficou linda!
Mas eu não posso herdar nada da minha mãe, pois ela sempre foi, é e será uma perua assumida. A única vez que peguei algo em seu armário foi uma jaqueta de paetês que transformei num bolero. E apanhei qdo ela descobriu. Tinha 13 anos.
Roupa não pego, mas aprendi muito sobre combinações inesperadas de estampas e texturas. E sobre como NÃO-COMBINAR tbm...
A minha felicidade sempre morou no guarda-roupa do meu pai. Fazia a festa com os coletes risca de giz, pulls, cardigans, abotoaduras que viravam brincos...
bjs, adoro seu blog!
Stella da modateca.
www.modateca.com.br

Lívia Nascimento disse...

Lindo..
eu tb adoro vestir história..
essa semana mesmo, em um encontrinho de blogueiras, estávamos falando sobre isso..
Já achei muita coisa interessante n guarda-roupas da minhas mãe..

bjokas
Lívia Nascimento
http://mergulhandonoguardaroupas.blogspot.com/

- Ritielly Gripa ° disse...

eei flor,
adorei o blog.
ta de parabéns..

passa lá no meu e vê o que acha. :)
bjos.

www.coisasdcabeca.blogspot.com/

Cláudia Souza disse...

Muito bacana, nem parece que o vestido tem essa idade toda. Tá linda!

Cibele disse...

q sapatilha linda!

adorei o novo layout,,,

bjinhos.

@ugust@ disse...

. amei: simples e delicado, infelizmente não tenho nada para herdar em termos de moda, nem roupas nem acessórios ou jóias, acho que os dois anéis que uso diariamente por mais de cinco anos, presentes do pai/mãe e amado, serão o início das jóias de família.
. bj. fique com DEUS.

Lione Monte disse...

Amei o vestido e amei te conhecer! Bjs, Lione.

Aline Gouvea disse...

Tá vendo? É por isso que AMO a Cantão: caimento bom, material bom, nada fica demodê ... Suspeitíssima de falar da marca, né? Vc já viu que 80% das peças do bazar são de lá. Mas não é a toa.

Patricia Branco disse...

Que lindo!!! amei!!
Amei!
Beijos!

Renata Valois disse...

Ameeei!