quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Semana dos desabafos.



Ana veste:
Camiseta Cantão - 29,00
Saia Oh, Boy - 50,00
Sapato Leeloo - 93,00
Acessórios Ferdy

--------------------------------

Vou aproveitar que essa semana todo mundo da rede está desabafando para fazer o mesmo...
Muitas vezes, por motivos óbvios, posamos pro blog sorridentes. Mas somos pessoas como outras quaisquer e nem sempre estamos felizes ou alegres....quando estou meio chateada eu lembro que tem tanta coisa boa que posso valorizar, e que não tenho motivos de me prender no lado negativo. Aí o sorriso aparece, naturalmente. E olha que nem sempre é fácil...

A Joo, do Vende na Farmácia?, desabafou aqui sobre a Ditadura dos padrões de beleza e seu reflexo nos blogs de street style. Identifiquei na hora com o post, afinal meu blog mostra meu dia-a-dia de forma totalmente verossímel. Quando alguém vem perguntar por que eu quase não uso sapatos de salto alto, eu respondo: "não tenho carro, imagina andar pra lá e pra cá o dia todo de salto"?? E olha que até que eu gostaria de usar mais saltos, plataformas...além disso eu tenho uma artrose na lombar que me causa dores constantes. E aí? Vou sacrificar minha saúde por conta de caprichos? Sorry, comigo não!

Trabalho freneticamente (só hoje estou completando 13 horas de trabalho direto), cuido da casa, das contas, da empresa, dos projetos de clientes, mal tenho tempo pra cuidar direito de mim, imagina olhar meus emails...visitar os blogs amigos então? É uma vez ou outra....
Tenho problemas como qualquer pessoa... e logicamente isso tudo reflete na escolha do look do dia! E muitas vezes são os meus melhores looks! O desejo de superar aquela parte ruim do dia se reflete nas cores, na alegria, na descontração.

Tá, estou escrevendo esse post de pilequinho de Santa Carolina e um pouco triste porque meu amigo querido tá indo morar na Alemanha e hoje me despedi dele. Mas o recado que quero passar é bem verdadeiro. A roupa, o post, as fotos corridas e sem muito capricho refletem a correria do meu dia de hoje. De quem espreme as horas e faz uma bela limonada. De quem compreende que não se pode agradar a todos.

Não tenho as últimas novidades da temporada, não visto os vestidos da Farm, não gosto de sushi. Mas tenho um blog de moda da vida real, que reflete minha vida e meu modo de ser, um blog que desperta sensações boas e até ruins, um blog de alguém que não tem medo de arriscar e tentar.

A Fezinha, do Lollipops and Marshmallow pensou igual. E quando pensei em escrever sobre o post dela, a Joo se antecipou. Mas que bom que posso dar meu aval aqui.

A Fernanda, do Diário de Armário, fez uma linda reflexão aqui também: "Start a revolution: stop hating your body" (Comece uma revolução: pare de odiar seu corpo)

E, aproveitando, quero dizer que ditaduras são inconsequententes. Viver é bom, é prazeroso, é divino. E se aceitar é o mais gostoso de tudo! Por isso apóio e indico a leitura desse post da Mel, do Deveria Estar Estudando: anorexia não rima com felicidade, gente. Reflitam, pensem. Venham junto e saibam que existem caminhos mais gostosos nos esperando na vida!

E roupas....são apenas...roupas.

69 comentários:

GABI disse...

Ana
só mesmo para te parabenizar pela sensibilidade e pela autenticidade acima de tudo que você demonstra tão bem através do seu blog!
Vc deu seu recado, sem ofender ninguém e muito menos a si mesma!
Continue assim... blog de vida, blog real!
Sucesso! e sem deprê! rs

hey_lude disse...

Acho que os blogs que eu leio, diariamente, são assim, como você, a Fernanda e a Mel... principalmente o seu, que passam uma naturalidade,uma paz mesmo! Simplicidade!
Deixam as leitoras com vontade de voltar aqui todo dia... me sinto amiga das meninas dos blogs que leio, por parecem mesmo com a gente, com nosso dia a dia!
=)
adoro seu blog!

Dani disse...

Parabéns pelo estilo, parabéns pela coerência na hora de se vestir, parabéns por ser autêntica.

Adoro seu blog por ser perto da realidade da maioria das pessoas, da minha é. Continue assim, acho seu projeto show, mostrar moda divertida, colorida, atual gastando pouco.

Beijão!

Inusitados acessórios disse...

Ana! Admiro muito sua autenticidade e seu estilo! Não é à toa q o seu blog é essa sucesso todo! Vc mostra diariamente que estar na moda não é sinônimo de gastar dinheiro!
Parabéns pelo seu sucesso!
Beijos!!!!!
Bruna!

Fernanda disse...

Amei!
É isso mesmo, vida real, corpos reais, sentimentos reais.
Fiz um post nesse eixo meio que de teste, antes do meu blog começar de verdade:
http://www.diariodearmario.com/?p=55

EmLetras disse...

Já pensou no quão sem graça seria tudo sorriso, lindo, caro, fácil e/ou compreendido?

A graça está no ser você mesma e conseguir que cada um se identifique com um traço presente aqui.

beijo, Lívia

EmLetras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bel disse...

.... tu e tua doçura envolvente. Tu e tuas reflexões includentes. Sempre deixas tuas delicadezas espalhadas aqui pra gente recolher. Sempre pensas em nós... nessa gente de verdade que te rodeia e sempre quer cirandar contigo.
Querida .... teus adornos vai além do figurino. Tens luz.
Muitos beijos,
Bel.

Deveria estar estudando disse...

Linduca, isso mesmo, vamos fazer a nossa parte para colocar juízo na cabeça das meninas mais novas que compram os padrões irreais de beleza.
bjks!!!
Mel

Norma disse...

É por tudo isso que eu gosto muito deste blog! :-)

Gabriela disse...

Só pra dizer parabéns! Passo aqui sempre e me identifico mto. Continue inspirando e refletindo as pessoas do mundo real de uma forma única e cheia de delicadeza. Bjo gde!

Laura de Oliveira disse...

Querida Ana,

Meu blog está longe de ser um blog de moda, é mais meu arquivo. Estou longe, muito longe de ter tantos leitores como você, mas, recentemente criei um MÃEnifesto justamente contra esse estabelecimento de padrões tão cruel.

Pra todas nós, sem exceção, as mídias tradicionais e padrões tem sido um pavor. Escrevi o meu manifesto porque, nada contra ela, não aguentava mais ouvir sobre a perfeição do parto da Gisele Bundchen ou, novamente NADA CONTRA A PESSOA, sobre como Claudia Leitte ou Ivete Sangalo são super mães e profissionais bem sucedidas que se recuperam em 45 dias e vão pular freneticamente, um exemplo que deve ser seguido e blá, blá, blá...

Uma das coisas que eu acho mais absurda nessa porcaria (ops) de padronização é justamente essa loucura de "ter o corpo maravilhoso". Eu não aguento mais ler, quando uma famosa tem neném, nas capas das revistas photoshopadas, que em apenas 2 meses a gata voltou a ter o peso de antes de engravidar... mas, afinal, que droga isso quer dizer??? Que é pra todo mundo seguir esse comportamento louco e encher os bebês de leite industrializado???

O pior é que é tudo contraditório: tem que dar de mamar 6 meses (e, acreditem, dá uma fome louca) e ficar magra, gata. Revistas especializadas em maternidade ficam batendo na gente que tem que dar de mamar, tem que se dedicar, mas, quando uma famosa tem filho e emagrece é ela que vai pra capa da revista...

e ai daquela que ousar falar mal de salto alto (EU ODEIO USAR), não é feminina, nem se preocupa em se cuidar. (Será que todo mundo tem mesmo que gostar das mesmas coisas? Porque não podemos nos respeitar do jeito que somos??).

O nome disso: hipocrisia! PURA.

Esse dias vi uma revista nas bancas, com a Giovanna Antonelli e fiquei horrorizada: o corpo dela estava totalmente diferente de como aparece na novela... me arrisco a dizer que era quase uma foto de uma pessoa com anorexia, de tão magra que estava... E a Giovanna é uma mulher linda, linda...

TODAS NÓS SOMOS LINDAS! Quem de nós não tá na batalha, todo dia, e, como você bem disse, quem é que não se ergue diante de uma grande tristeza e vai a luta? TODAS nós somos grandes mulheres, lindos exemplos. E ponto final.

Nossa!!! Desabafei também!!! hahahaha

Não sou muito de fazer isso, mas, se alguém se interessar em ler o MÃEnifesto, por favor, será super bem vindo no blog

http://oblogimperfeito.blogspot.com

Um BjO Ana! Seu amigo logo, logo vai estar de volta :) Fica triste não!!!

Deborah disse...

Ah acho ótime esse movimento que tá rolando pelos blogs de "abaixo a ditadura da magreza a qualquer preço". Eu mesmo já dei uma desabafada básica lá nos comentários da Fê, isso faz parte da minha história e ando num momento bem dificil...vlw toda a sinceridade e vontade de tocar nesse assunto tão polêmico! bjos

CatJu disse...

Cada vez gosto mais de vir aqui, sempre aprendo alguma coisa, seja sobre moda ou sobre a vida. Concordo com tudo o que escreveste!! No meu blog tb faço de modelo para algumas peças que quero mostrar e a verdade é que o meu padrão não tem nada a ver com os outros que vejo pelos blogs de moda! E isso às vezes me deixa meio triste, porque sou gorda e nunca vi nenhum blog que fale sobre moda para gordas, blogs assim como este teu. Mas o que me deixa feliz é saber que existe tanta gente que pensa e faz de maneira diferente!
Ah, amei essa saia rosa, é linda!

Fezinha disse...

Oba! Nunca imaginei que aquele post fosse iniciar uma pequena avalanche pela blogolandia. Já ganhei varios seguidores por conta do post do VNF...incrível! É Ana...super te entendo. Hj uso salto pq trabalho de carro. Antes até usava (dress code de empresa meio sério demais), mas ia de chinelo ou de tenis até o ponto e só colocava o sapato na empresa...rsrsrs. Até pq andar de salto na cidade é pedir prá gastar 10 mangos toda semana pra trocar o saltinho, e com 40 no fim do mês eu vou na feira e compro coisas prá comer.

Nem preciso dizer que sou sua defensora até debaixo d'agua. Aquele desafio de bloggers me deu vontade de bater em meio mundo. Vc é como a gente...compra na promoção, compra em magazine, qd viagem compra em magazine de novo. E somos assim mesmo! E quer saber? Não acredito que seria mais feliz se tivesse 10kg a menos ou se pudesse comprar na Chloé. Roupa ENJOA. Prá que gastar tudo isso e encostar no armário meses depois?

Te admiro muito, que fique registrado.

Beijo!

Stella - Jaú-SP disse...

Adorei sua sinceridade no desabafo, mais um motivo pra continuar a admirá-la!!! Beijo enorme

Fernanda Caldas disse...

É isso aí! Otimo comentario.
Fernanda

PS: Da uma passada no meu BLOG ararafashion.blogspot.com

Rejane disse...

E é por isso e outras coisas que estou aqui todos os dias no seu blog, por ser a pessoa que você é e por me identificar muito com vc...( com seu dia-a-dia) amo seus looks simples ou não...

Amei seu comentário/desabafo...

Beijos

Sônia disse...

Oi Ana,
é a primeira vez que comento no seu blog, mas não aguentei só ler, estou plenamente de acordo com vc, o fato de vcs blogueiras se exporem não quer dizer que não tenham vida fora do blog. Muitas, acho que a maioria, são extremamente batalhadoras e de repente fazem isso para descontrairem um pouco, é o que eu acho. Adoro te acompanhar todo dia. Tbm não posso usar grifes famosas mas faço com que as mais "em conta" pareçam famosas para mim. O que importa é o que sentimos e não o que vestimos.
Bjs.
Sônia

Taimemoinonplus disse...

Oi, Anóca!

Olha, essa coisa de ter que se adequar a padrões é a porta do inferno! Até justamente essas modelos conhecidíssimas que ganham rios de dinheiro com a beleza dizem que sofreram muito quando crianças na escola por serem muito magras.(Não só as meninas acima do peso que sofrem com isso não...)

Quando conheci o blog da Cristiana, que me trouxe finalmente ao seu blog,justamente isso me chamou a atenção: ela é completamente fora do padrão adorado aqui no Brasil: ela é bem magra, cabelos curtos, bem branquinha...e qdo conheci o blog sequer usava maquiagem e muito menos brincos, pulseiras e colares.
Tb me chamou atenção o fato dela não usar photoshop nas fotos, deixando passar imperfeições que não veríamos em nenhum editorial de revista.

Tanto nossa aparência não se enquadra em todos os requisitos ditados pelo mundo da moda ( até pq esse mundo vive de truques de photoshop, de luz, de fita crepe, etc...), como nossos orçamentos e nossos horários também não.A indústria sempre vai existir nos cobrando uma aparência cada vez " melhor" pq é com base nisso que produtos são vendidos, com base na nossa eterna insatisfação conosco.

Ao mesmo tempo, há pessoas que não se encaixam no padrão mas acham seu caminho, seu toque, sua assinatura...e demonstram ter muita personalidade.Acho que o caminho é, ao invés de ficar nesse interminável trabalho de Sísifo de buscar doentiamente se identificar com os modelos dominantes,achar o seu próprio caminho com as condições que se tem, com a falta ou sobra de dinheiro, com a falta ou sobra de tempo, com quilos a mais, a menos...

O mais importante não é ser tão bom ou melhor do que os outros e sim ser o melhor que podemos ser a cada dia!

Bjs

Olá, me chamo Patrícia Ruck disse...

Oi Ana!
Sou sua fã e gostaria de parabenizá-la e agradecer pelo seu blog.
...é claro, que também gostaria de pedir um auxílio básico...;o)...bem, sou "fofinha", tenho 1,65cm e estou acima do peso, 68kg. Sou do tipo triangulo...bundão, coxão e depois que virei mãe...barrigão (AFF!). Me dá algumas dicas, para vestir bem?
Super beijo,
Patrícia

Ana Cristina disse...

Ana!
Antes de te conhecer pessoalmente te adrava, agora depois de te conhecer em pele, osso e temperamento descobri que te admiro mais e mais e mais!
Acho seu estilo TUDO, ninguém precisa usar salto para estar linda, aliás para se estar linda o processo começa lá dentro, no acordar e se olhar no espelho e se gostar e neste quesito você tá melhor que a G. Bundchen!
Não passo um dia sem ver o que a Ana está usando e tento trazer para a minha realidade!
Tá na hora de se acabar com as ditaduras, sejam elas quais forem,a da magreza, da arrogância de determinados blogs, de como se vestir, se falar, andar, calçar, respirar....ahhh que chato!
Precisamos começar a viver mais felizes, precisamos descobrir que somos livres!
Beijos

Nay #) disse...

Parabéns pelas palavras, que são mais do que simples palavras, são verdades!

Lindo blog!

beijo

Nel disse...

Ana,
apesar de estar acompanhando seu blog há pouco tempo, admiro seus looks e vc. A partir de agora, passei a admirá-la mais ainda.
Eu entrei na blogosfera este mês, antes só ficava nos bastidores. E eu gosto daqui exatamente por isso, pq vc é de verdade! Vc existe. Vc usa roupas normais, tem amigo, famália, trabalho, obrigações, e tudo mais. Continue assim! Vc inspira muita gente, viu?!
Eu, por exemplo, aprecio muita coisa que o povo usa por aí, mas não uso acessórios por causa da minha igreja que é muito tradicional. Nem por isso deixo de ser feliz, de viver uma vida normal, de acompanhar a moda e de postar MEUS looks.
A gnt tem que dá o melhor que há dentro de nós.
CONCORDO EM TUDO COM VOCÊ.
Deus te abençõe.
;)
PS: Tbm odeeeeeio sushi
Beeeijos

http://gostosdenel.blogspot.com

Taimemoinonplus disse...

Engraçado, vi agora na BBC que estão discutindo exatamente esse assunto na Inglaterra, com relação às adolescentes que são bombardeadas o tempo todo com essas imagens perfeitas de mulheres perfeitas: lindas, bem-sucedidas, ricas...estão questionando que deve haver uma regulamentação disso, que, por exemplo, as revistas devem conter avisos tipo " atenção, essa imagem foi alterada digitalmente."

http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/education/8537885.stm

Anah disse...

Olá xará! Sempre visito seu blog... mas quase nunca comento... acho que já disse isso antes aqui! enfim.. achei esse post o máximo ... com o desabafo e tals! Concordo com muita coisa e "Start a revolution: stop hating your body" é meu lema!
é isso!
bjin

DricaPeixoto disse...

Um beijo!

Hoje Vou Assim disse...

Cat,

Vi o link desse blog de uma gordinha mega estilosa!!!! BABEI nas poses, na atitude...toda linda!

Vale a visita - e a inspiração!

http://www.leblogdebigbeauty.com/

Beijos
Ana

Ingrid disse...

Este é o papel do blog. Sensibilizar, alertar e informar.
A roupa, é estado de espírito.E passa... Afinal, tudo na vida passa, o q fica são conceitos, carater, aprendizado...
Obrigada por este post e pela oportunidade de te conehcer.
Beijos

Talita Barroco disse...

Oi Ana. Vc conseguiu passar seu pensamento com muita sensibilidade e está correta em suas indagações. O fato é que as pessoas sempre se comparam com outras...
Continue assim e vamos que vamos...
Bom final de semana!

Bjks
Talita

Vivian Tumasonis disse...

Falou tudo Ana!!!! E qual é a graça de um blog se não a vida real? BLOG É ISSO GENTE!!!!!!!!
E falar de você? A pessoa mais animada, engraçada, e alto astral que conheci da blogosfera?!!!
Ah sem comentários...tem meninas de todo tipo na blogosfera!!!!!


Beijos querida!!!!!!!

Grazi Pacheco disse...

Roupas, são apenas roupas!
é a mais pura verdade
bjo bjo

graziele pacheco.
www.grazielepacheco.blogspot.com

CatJu disse...

Ana, AMEI o blog que sugeriste! Pena que eu não falo mto bem françês, mas adorei as fotos da moça e do estilo dela! Já está nos favoritos. Obrigadão!

lea disse...

acho voce tao linda e com umas roupas tao fofas...rs, pra ser bem sincera nem reparo mt se esta sorrindo ou nao nas fotos, mesmo porque eu sou o tipo de pessoa que dificilmente saio bem em fotos..rs
obs; vou aproveitar que ganhei um sapatinho parecido com esse teu do post de hj e tava achando qeu ia ficar estranho usar ele com saia..mas amei..bjos

Larissa Fumis disse...

Nossa... sem palavras... este post esta dizendo muita coisa do que eu gostaria de dizer pra algumas pessoas...

sim roupas sao roupas... e moda é arte de criar e nao a copia do que se ve...

ja gostava do blog agora ele subiu no meu conceito (apesar disso nao significar nada... hehe)

bacio!

Jac disse...

Oi Ana!
simplesmente amei seu post hoje. Conheci seu blog através do desafio da Criativa e fiquei apaixonada. Seu blog assim como o da Carol (The party in the garden), da Lual (Armário da Lual) e da Lily (A casa está cheia de flores), entre tantos outros nacionais, me inspira e alegra muito justamente porque mostra pessoas reais com roupas acessíveis e bacanas.Eu adoro ver o site da Alix tb porque é lindo e parece um sonho, mas vcs fazem o sonho parecer mais próximo da vida da gente.
Obrigada
bj

Viviane Moreira disse...

Texto lindo e sincero!
O problema da midia em geral é querer mostrar sempre o magro e o belo, uma vez a Cris Guerra apareceu triste em um de seus ensaios, claro que todos ficaram desejando o melhor, inclusive eu, mas no dia achei interessante, nossa ela é como todo mundo, chora, fica triste e por que deveria esconder isso?!É só um exemplo... Se mostrar com uns quilinhos a mais, se mostrar triste, com espinha e coisa e tal, é do ser humano, nos faz mais próximos uns dos outros...
Quanto ao post da Mel eu li e fiquei sem palavras...ainda não as tenho.....muito triste...
Estou com vc Aninha! Beijos flor!
Vi

Josiane Pereira disse...

nossa..teu blog é tudo de bom.. falou o que eu gostara de falar, screver..enfim... sem palavras.. moda se cria e não se copia.. roupa são só roupas...

Beijos Ana

Carol disse...

E é por isso que eu sempre gosto de dar uma passadinha por aqui.. :)

Bracho disse...

Querida Ana,

concordo com a afirmação de que roupas são apenas roupas, em parte, porque vc nos mostra, dia a após dia que elas podem ser o reflexo de muita criatividade, ousadia e bom humor.

Mesmo não deixando muitos coments, sou fã do HVAO...

Um bj!

Silvana Saldanha disse...

Ana, vez ou outra passo por aqui e nunca comento. Motivo: os mesmos que os seus citados em seu texto. Uma correria louca diária.
Mas hoje, chamou-me atenção o título, pq eu mesma desabafei no meu "forfriends" essa semana. Nada sobre moda, foi pessoal mesmo, mas serve pra qualquer um... Quase não falo de moda, apesar de sempre falar indiretamente(rsrsrs). Não sei falar desse assunto com propriedade "acadêmica". Crio acessórios pensando em beleza e utilidade, nunca em moda (é engraçado isso), mas deve ser reflexo da minha formação: artes.
Achei o seu texto muito oportuno e coerente. Me senti dentro dele. Parabéns!
bjs,
Sil.

Gabriela Galvão disse...

Apoiada, Aninha!

Dificílimo estar -mt- 'mais pra fora q dentro' dos padrões d beleza vigentes e ao mesmo, confortável com o corpo. Mais difícil ainda estar nessas condições e ir além do 'confortável', mas satisfeito...

Te confesso q ñ acho o meu corpo bonito, bonito... Mas sei me vestir e me divirto c os desafios q encontro para fazê-lo c algum charme e estilo (vai ver o q estah reservado às gordinhas nas araras -se eh q encontre algo-) e sim, eu o amo como ele eh. Ñ preciso q seja bonito para amá-lo. Me basta reconhecer q ele eh meu, q ele responde bem qd dou algum cuidadinho mirrado q seja, q ele me dah mt prazer. E pazer aumentado, qd sabemos q 'normalmente' ñ o valorizariam a ponto d poder me proporcionar tanta coisa boa... mas eu o faço, aih eh mt mais q meio caminho andado!

Avante e bisous!

renatabatata disse...

Só tenho uma palavra pra esse post: AMÉM!

Concordo infinitamente!

E adorei o look aí de baixo! Chique, chique!

Beijinhos mil!

suellen coelho disse...

Parabens pelo post, adorei te conhecer.
bjs Suellen

Laila Paschoal disse...

Amiga querida e fofa,
Desabafe (de pilequinho ou não), mas faça isso sempre que sentir que tem algo engasgado na garganta.
E se precisar de ajuda pra bater em alguém saiba que pode contar comigo.
Um beijo,
Laila
P.S - Tá na hora de outro bazar,né? Tô dentro. Lembre-se disso!

Tatiana disse...

Ana, obrigada pelo seu desabafo. Ele me atingiu de uma maneira que eu nem esperava.
Sou magra, mas estou sempre querendo ser magérrima. Só para ter uma idéia, serei madrinha de casamento amanhã e mandei fazer meu vestido menor. Resultado, passei a semana comendo sopa de pacote, sabe aquela com 30 calorias. Resultado: estou um caco, continuo me sentindo gorda apesar de ter perdido numa semana mais de 2 kg, mal humorada e com pele feia. Deixei de sair com os meus amigos para o chope da semana.
Em resumo: uma semana da minha vida desperdiçada, uma semana que não voltará mais.
Obrigada por me fazer refletir sobre isso.
Tatiana

Camila disse...

Ana, minha querida,

Tem horas que a gente tem que ligar o modo off, não adianta sabe? Tem gente que não sabe fazer outra coisa da vida que não seja encher o saco dos outros.

Adoro ver os sites gringos, meio que trabalho com moda e isso é o meu mundo. Mas acho que ainda consigo visualizar o que é minha vida sabe? Vi você falando o porquê não usa salto, eu não uso e tenho carro. A questão é outra, conforto, costume...

Acho legal sua proposta, acho mais realista sabe?

Sinta-se abraçada e confortada no seu desabafo, pois te entendo, te apoio e gostou muito de você.


bjs
Camis
www.srtasenhorita.com

Naiala Xavier disse...

Adoro passar sempre por aqui e dá pra perceber q tem um motivo.
Meu blog por exemplo, é blog de gente, mostro o q visto, pq acho legal, a diversidade de um guarda roupa, a critividade de cada um. Falo de coisas da vida, e se for olhar por um lado ditador, é por isso q ele naum vive lotado de recadinhos. Muita gente ta interessada em marcas e tal,q são sacrifícios pra alguns e nem por isso vou diminuir meu espaço. É ótimo ver q uma pessoa q tem um blog bem visitado como o seu pensa assim, tem muita gente precisando de um choque de realidade.

É um prazer sempre!

Bjo.

Naiala Xavier

Flávia disse...

Oi, Cris,
Não sou muito ligada em moda, mas adoro seu blog! De verdade. Não tenho o hábito de comprar coisas de marca e nem muito caras (a não ser que eu goste MUITO), mas não estamos falando apenas de cifras, certo? Estamos falando de idéias, misturas e bem-estar. Então, relaxa! Vc faz um ótimo trabalho como blogueira! A moda do dia a dia é a moda que interessa.
E, a propósito, eu tenho carro, mas odeio salto alto ;)
Bjos

Danielle Littera disse...

Eu acho que nunca me pronunciei aqui, mas acompanho o blog qdo posso e adoooooro.
Tbm sou normal e me identifico com gente de carne e osso e que não têm o tempo e a disposição necessárias pra tudo, mas que nas ações parcas e belas do cotidiano conseguem fazer coisas legais e reais. Não tenho uma Vuitton (ainda), não tenho carro (ainda again), moro longe e tenho bastante senso crítico, essa junção não poderia dar em boa coisa, mas é o que tem. :D
Não odeio todas as ditaduras, mas eu não acredito que o seu corpo seja a única via. Se não nasceu com o padrão das modelos, se não pode comer churrasco até sangrar, sem com isso engordar, vá fazer outra coisa.
Se não pode comprar a Chanel, sem se endividar, compre uma genérica no mesmo perfil e saia toda toda com ela, a sua atitude vai chamar mais atenção do que a etiqueta dentro da sua bolsa.
Enfim, várias coisas...
Tô louca pra acontecer um encontrinho troca-troca interessante. Vc avisa no blog, por favor?

Beijo.

Carine Juliana disse...

Oi Ana!

Bom, esses dias eu estava pensando em algumas questões. Adoro acompanhar blogs e tal... Só que eu comecei a perceber que algumas coisas estavam começando a me atrapalhar justamente por de certa forma passar coisas, que apesar de legais e interessantes, não fazem parte do cotidiano da maioria das meninas e das mulheres.
Adorei esse seu desabafo. Era justamente o que eu estava refletindo.

E como você mesma disse: "...roupas...são apenas...roupas."

O que vale mesmo é o ser. Ok!
Beijão.

Daniela Borges disse...

Ana
suas pálavras, mesmo de pilequinho estão perfeitas!
roupas são apenas roupas.

Natalia disse...

Ana, concordo com você. Várias vezes acordo e penso em como vai ser meu dia: curso, trabalho, consultas médicas... e penso: meu Deus, como essas "it girls" estão sempre lindas, com suas ankle boots de saltos altíssimos, seus cabelos escovados impecáveis e suas maquiagens perfeitas. Isso até já me deixou mal. Deixou. Porque hoje, aprendi que uma sapatilha condiz muito mais com meu dia-a-dia de jornalista, de pegar ônibus, de ir parar em lugares inusitados para fazer matéria...
enfim, acredito que atualmente, se você não tiver uma bolsa it ou os cabelos e o bronzeado no estilo do das vendedoras da Farm você se sente um peixe fora d'água.. e isso é muito ruim.

Dani disse...

É isso aí garota! Mandou muito bem! Espero que todas as "desmioladas" que caírem aqui e ler esse post deixam de ser "pau-mandado" da moda e sejam criativas como vc! Vc é um exemplo de nós: mulheres do dia-a-dia, que veste jeans, camiseta e sapatilha e sai pra trabalhar! Sem frescuras!

Linda! Sou sua fã!
Bjo

DaniT
www.carmimounude.blogspot.com

Cris Borges disse...

Amei o post, Ana! Aliás, adoro seu blog. Acho ótimo que a gente tenha tido essa semana desabafo e que muitas outras venham.
Apesar do monte de lixo que circula pela internet, a gente ainda consegue achar coisas boas que podem nos ajudar e podemos ajudar outras pessoas também. As pessoas deveriam se amar mais, se respeitar mais, refletir mais.
Li também o post da Mel, do Deveria estar estudando, e adorei também. Nada mais importa nessa vida do que nossa saúde. Infelizmente, alguém criou a ideia de que existe um padrão a ser seguido e que só aquilo é bom. Mas são iniciativas como essas aqui e de outros blogs que ajudarão a nos livrar dessa praga!

ॐ Camilla disse...

realmente: roupas são apenas roupas.
plus, bônus...
O que importa de verdade acima de tudo é nossa saúde, nossa vida...nosso bem-estar..
coisas que se perdem no meio de tanta "cobrança".

ah..sobre o salto, eu me lembro da gente conversando no bar aquele dia. AHHAHA salto pra mim, de onibus? no rj? nem #dendo.

bjos gata garota, te admiro cada vez mais e maaaais.

Aline Gouvea disse...

Ana,

seu blog é mega democrático e achei ótimo vc falar sobre o motivo de não usar salto alto. Eu tb detesto: doem minhas pernas,meus pés, me desequilibro... viva a rasteirinha!

Nanda M. disse...

Adorei! Fiz meu desabafo também e até te linkei...rs...Bjim!

http://chanelpraelasodiscovery.blogspot.com/2010/02/semana-dos-desabafos.html

Botocuda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Botocuda disse...

Ei querida!
Você sabe que venho sempre aqui. Nem sempre tenho tempo (ou ânimo) de comentar. Acho sua proposta muito boa e realista, nem sempre é a mais bela e chic, mas é a que me identifico mais. Porque há dias em que caprichamos e há dias em que não (por humor, praticidade, trabalho, saco e falta e roupa, rsrs).
Cada uma tem um gosto e se sente feminina e bela de uma forma.
Gosto muito de você, da sua pureza e clareza.
De vez em quando precisamos desabafar mesmo.
Me sinto privilegiada em poder ouvir (ler, na verdade) uma pessoa real, com roupas reais e um peso (quase) real.
Ler modelos magérrimas que têem o dia inteiro prá fazer massagens, pilates, e podem ficar 2 horas por dia cuidadando da beleza, fora mais uma hora para se aprontar, falar de seus problemas (o dia emq ue o cabelo acorda ruim).
Isso nem é problema prá mim, é realidade, as vezes acho que meu cabelo me odeia.
Queor voltar com tempo de ler os outros comentários, é gostoso participar aqui.
Eu trabalho, tenho filho e dou conta de tudo, as vezes de salto, as vezes de sandália, as vezes de uniforme e as vezes bem arrumada.
Me acho muito mais real e gosto de pessoas de verdade.
Enfim.
Força prá ti, que é linda e doce, e existe!!
Bjo grande.

Botocuda disse...

Esqueci de falar desta saia, sempre comento: AMO!!
Quero!!
Se for prá bazar, prá dar, prá vendar, prá trocar: É MINHA!!
Linda demais.
Bjo

Ana Carvalho disse...

Amei essa saia!
beijos

laislabonitta.blogspot.com/

Estilo L Comunicação disse...

Oi Ana,

Adorei o post!
Porque padronizar, né? Se o legal é todo mundo ser diferente! Ser igual é tão chatoooooo.
Amo tudo que posta aqui!!!

Bjooooo
Larissa F.

Isa disse...

Bravo, Ana, arrasou!! Bjos!!

Fegalves disse...

Ana, você arrasa. Sério. Quando eu te conheci, vi de cara que você é verdadeira, o tipo de mulher que eu gostaria (muito!) de ter como amiga. Batalhadora, simpática, cheia de jogo de cintura, super moderna. E ética. E alegre.

Que máximo esse seu post. Que bacana mesmo esse pilequinho criativo :D

Beijos mil

milena disse...

Parabéns pela autenticidade e por ser uma pessoa de personalidade. Infelizmente não estamos acostumados a encontrar pessoas assim...parece até que a moda deixou de ser algo prazeroso, já que tantas pessoas se vestem da mesma maneira e buscam por um manequim inatingível.
Muito legal o seu desabafo! beijos =)

Olívia Palito disse...

eu tambem nao ando com tempo, ce deve ter visto ne? nem sei de q data é esse post seu, mas ta muito bonito... realmente a gente tenta muito mas nao dá pra fazer tudo...
ser feliz é o q há e muitas vezes nem isso a gente consegue direito...
bjks
Pri

Olívia Palito disse...

ah,foi dia do meu niver... foi tao bom, fui bem feliz esse dia! depois de muitos anos...

Dahare :* disse...

Menina, onde achae essas saias lindas baratíssimas assim? *---*